Programas de mobilidade académica

CONTEXTO

O Acordo Caminho Conjunto UE-Angola reconhece que o crescimento inclusivo e sustentável depende da melhoria de conhecimentos e competências dos recursos humanos em Angola, bem como da qualidade de serviços prestados pelos sectores público e privado.

Neste sentido, a criação de capacidades especializadas ao nível do ensino superior pode beneficiar da mobilidade de estudantes e investigadores em programas como “EU Erasmus Mundus”, Edulink, Marie Curie, entre outros. No âmbito dos diálogos de mobilidade académico, um tópico central é a promoção de sistemas de reconhecimento mútuo de graus académicos.

IMPLEMENTAÇÃO

Em Março de 2019, A Agência de Execução Europeia da Educação e da Cultura organizou uma Jornada de Informação sobre o programa de mobilidade académica Intra-África e programa Erasmus+, na Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto, em Luanda. Este evento permitiu divulgar oportunidades de parcerias para instituições do ensino superior, e oportunidades de bolsas de estudo para estudantes, docentes e pessoal administrativo.

Menu