Facilidade de Diálogo UE-Angola impulsiona Formação e Capacitação de Instituições públicas angolanas

Formação e Capacitação

Uma das áreas prioritárias da Facilidade de Diálogo UE-Angola é a formação e capacitação das instituições parceiras que dinamizem ou que potencialmente possam vir a dinamizar Acções de Diálogo de políticas públicas entre Angola e a União Europeia. Para esse efeito, promovemos várias iniciativas para difundir informações sobre este projecto e os seus mecanismos; reforçar o conhecimento sobre a gestão e o ciclo de projecto, da concepção à execução de Acções; e estabelecer laços sólidos com os parceiros, em particular com as instituições da Administração Pública de Angola.

As iniciativas de formação e capacitação abrangem sessões estruturadas e programadas para instituições, os seus dirigentes e técnicos, bem como assistência técnica directa à elaboração de candidaturas a apoios e à implementação das Acções aprovadas. Esta abordagem ocorre durante todas as etapas do processo, desde a divulgação da abertura de concursos, passando pela identificação das Acções de Diálogo e pela redacção das propostas, até à implementação concreta das Acções aprovadas e respectiva prestação final de contas e relatórios.

As actividades de Formação e Capacitação incluem:

Capacitação Técnica: sessões formativas orientadas, num modelo teórico-prático, envolvendo grupos pequenos e integrando contextos de trabalho.

· Concepção de Acções de Diálogo – formação presencial, destinada a dirigentes e técnicos das instituições públicas: inclui módulo teórico sobre a Facilidade de Diálogo e os seus processos de candidatura; módulo teórico-prático sobre elementos constituintes de um projecto; e finalmente um exercício prático em que os grupos de formandos trabalham para a construção de uma candidatura vencedora.

· Implementação, Monitoria e Avaliação – formação presencial ou online, destinada a pontos focais das instituições que lideram as Acções financiadas pelo projecto: inclui módulo sobre elementos-chave da gestão de projecto; informação sobre os processos de pagamento de despesas, recolha de evidências e prestação de contas na Facilidade de Diálogo; tempos e modelo para a elaboração de relatórios; coordenação de actividades de comunicação.

Apoio Técnico: apoio directo, informal, auto-formativo e ajustado a necessidades específicas das organizações e das Acções.

· Apoio à Elaboração de Candidaturas – sessões presenciais ou online para apoio à elaboração e revisão de candidaturas, aconselhar proponentes, confirmar aspectos ou responder a dúvidas.

· Visitas Técnicas – visita da assistência técnica do projecto ao local de execução das actividades para verificar condições de implementação da Acção ou para acompanhar a sua execução.

Todos os parceiros elegíveis para apoios do projecto podem beneficiar das iniciativas de Formação e Capacitação da Facilidade de Diálogo, mas privilegiamos as instituições da Administração Pública de Angola, tanto a nível central como local.

Até ao presente momento, a área de Formação e Capacitação já envolveu 37 instituições e 289 participantes angolanas, sendo responsável pelo reforço das capacidades das instituições públicas angolanas, pela melhoria das candidaturas e pelo avanço significativo na promoção de um diálogo de políticas públicas mais eficaz e duradouro entre Angola e a União Europeia.

Leia tambem

Nenhum resultado encontrado.
Declaração Conjunta – Compromisso de cooperação entre o Gabinete de Quadros e o PlanAPP

Mais lidas